Comunidade quilombola Lagoa das Emas

A comunidade quilombola Lagoa das Emas é um pequeno povoado rural localizado no município de São Raimundo Nonato. Sua origem quilombola se reflete em muito na cultura do seu povo, que cultiva tradições como a capoeira e danças típicas.

 

Em suas visitas à comunidade, o Projeto Veredas entrou em contato  um povo muito receptivo, mas que sofre com dificuldades para obter fontes estáveis de renda (o que se agrava nos meses de seca), dar continuidade à prática de suas atividades culturais, garantir o acesso à educação, uma vez que a escola da comunidade, que atuava só até o 5º ano, está abandonada pela prefeitura, lutando para sobreviver.

 

Diante disso, planejou-se, junto à comunidade e com o apoio de um grupo voluntário de arquitetos, um espaço para ajudar na educação dos jovens, contribuir para a renda das famílias e promover o convívio social e a cultura local.

O centro comunitário

Ainda em construção, o centro comunitário foi pensado com o objetivo de auxiliar a comunidade a conseguir uma educação melhor e incentivar novas fontes de renda, além de promover o convívio social.

O projeto foi feito de forma voluntária por arquitetos de São Paulo. Priorizou-se sempre o uso de materiais sustentáveis e regionais, que integrem bem com o modo de vida e a paisagem da comunidade. A construção está sendo feita por meio de mutirões dos habitantes do povoado, com o apoio de um engenheiro da região.

O espaço contará com uma biblioteca, que ajudará principalmente as crianças e jovens a ter um ambiente de estudo e desenvolver o hábito da leitura. Haverá também uma cozinha comunitária, que pode ser usada para produzir alimentos que poderão ser comercializados e garantir mais uma fonte de renda para as famílias. Além disso, serão construídos depósitos para armazenar os itens usados nas danças tradicionais e os documentos da associação de moradores da comunidade. Por fim, o centro contará com banheiros e uma área coberta multiuso de convívio social, que pode ser usada no dia-a-dia e também nas festas tradicionais promovidas pela comunidade.

A obra teve início no final de 2019 e tem avançado satisfatoriamente.

1/9

Fotos da comunidade

  • Instagram
  • Facebook
  • youtube

©2020 por Projeto Veredas